[vc_row][vc_column width=”1/3″][/vc_column][vc_column width=”2/3″][vcex_navbar menu=”6″ font_weight=””][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Bernardo Gonçalves cansou de esperar atendimento em um hospital público. Criou uma campanha online para arrecadar dinheiro para fazer uma mamoplastia masculinizadora. Bernardo é um homem trans, e o busto faz-lhe viver encurvado e apertado em uma faixa compressora. A cirurgia lhe permitirá esticar a espinha e caminhar sem dor pela rua, respirar melhor enquanto ensina crianças a tocar instrumentos musicais. Procedimentos ambulatoriais e cirúrgicos de redesignação corporal para pessoas trans são realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2008. Mas os hospitais que os fazem são poucos, e a fila é de muitos anos. Além disso, para o SUS, a sexagem do nascimento é quase destino; para que não seja, não bastam vivências como a de Bernardo, é preciso que autoridades biomédicas – psiquiatras, psicólogos, médicos – façam laudos.

A batalha de Bernardo é uma pista das dificuldades enfrentadas por pessoas trans para a garantia de direitos. Há muitas outras na página da vaquinha do rapaz: a caixa de comentários está repleta de insultos. A cada manifestação odiosa, Bernardo pacientemente lembra o óbvio – a doação é voluntária –, e aproveita para apresentar outros pedidos de solidariedade que podem interessar à turma raivosa. O financiamento coletivo para acabar com a transfobia não cabe em campanha na internet; talvez caiba em orçamento federal para que escolas ensinem sobre gênero e discriminação contra pessoas fora da norma heterossexual. Enquanto isso não acontece, Bernardo segue dando aulas de música e de resistência.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vcex_social_links social_links=”%5B%7B%22site%22%3A%22youtube%22%2C%22link%22%3A%22https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fchannel%2FUCLEnSx2zVwo3KPpCU5h64_w%22%7D%2C%7B%22site%22%3A%22facebook%22%2C%22link%22%3A%22https%3A%2F%2Fpt-br.facebook.com%2FAnisBioetica%22%7D%2C%7B%22site%22%3A%22twitter%22%2C%22link%22%3A%22https%3A%2F%2Ftwitter.com%2Fanis_bioetica%3Flang%3Dpt%22%7D%5D” style=”minimal-rounded” align=”right” size=”20″ width=”30″ height=”30″][/vc_column][/vc_row]