[vc_row][vc_column width=”1/3″][/vc_column][vc_column width=”2/3″][vcex_navbar menu=”6″ font_weight=””][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

“Você conhece o ECA [Estatuto da Criança e do Adolescente], Xuxa?” Essa foi uma das perguntas que a apresentadora de televisão recebeu ao postar uma foto em que está no banco de motorista de um carro, ao lado de três meninos negros com bolinhas que sugerem que faziam malabarismo em um semáforo. A legenda da foto mostra que nada na cena perturbou a apresentadora: “meus novos amiguinhos ralando para conseguir um dindin”. Xuxa falou de suas intenções no debate que se seguiu ao post: só queria provocar um sorriso nos meninos, que teriam lhe pedido a foto e a publicação.Não precisamos duvidar das boas intenções de Xuxa para encarar um pouco mais a foto. A legenda também fala pelas entrelinhas: não há nela espanto com crianças oferecendo distração na rua à espera de remuneração. Não é preciso conhecer o ECA em detalhes para lembrar que trabalho infantil é incompatível com direitos de gente miúda: brincar, estudar e ser protegidas enquanto crescem. Mas nosso olhar é treinado, está acostumado com crianças negras fazendo da sobrevivência na rua um malabarismo diário. O nome do treinador? Racismo.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vcex_social_links social_links=”%5B%7B%22site%22%3A%22youtube%22%2C%22link%22%3A%22https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fchannel%2FUCLEnSx2zVwo3KPpCU5h64_w%22%7D%2C%7B%22site%22%3A%22facebook%22%2C%22link%22%3A%22https%3A%2F%2Fpt-br.facebook.com%2FAnisBioetica%22%7D%2C%7B%22site%22%3A%22twitter%22%2C%22link%22%3A%22https%3A%2F%2Ftwitter.com%2Fanis_bioetica%3Flang%3Dpt%22%7D%5D” style=”minimal-rounded” align=”right” size=”20″ width=”30″ height=”30″][/vc_column][/vc_row]