Falsa ideologia, renda e trabalho

maio 31, 2016 @ 19:22|imprensa, notícia|

Em 1963, o ministro do Planejamento, Celso Furtado, no governo Goulart, ao formular o Plano Trienal, fixando disciplina na política econômica e forte ajuste fiscal, foi combatido e boicotado por setores do próprio governo. O ministro San Thiago Dantas, ante a radicalização com o programa de estabilização, conceituou que no Brasil existiam duas esquerdas: a negativa e a positiva. A primeira herdeira, em tempo de guerra fria, dos fundamentos revolucionários da luta de classes. A segunda alicerçada nos princípios sociais democratas e reformistas buscava saída democrática para a crise que mergulhava a administração pública. O epílogo daquele governo é conhecido.

Patriarcado e crise política

abr 20, 2016 @ 16:46|Vozes|

Na votação que aprovou a abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, a multidão de homens brancos que compõem a Câmara dos Deputados mostrou o que move nossa democracia representativa. Em vez de votar sobre a prática de crime de responsabilidade fiscal pela presidenta, deputados votaram pelo desrespeito à laicidade do Estado, pela discriminação a pessoas e famílias fora da heteronorma, pelo autoritarismo saudoso da tortura da ditatura militar.