Censo dos serviços de aborto legal no Brasil

A pesquisa “Serviços de Aborto Legal no Brasil — um estudo nacional” foi um estudo censitário realizado nos serviços especializados que atendem mulheres vítimas de violência sexual e que estão habilitados para realizar o aborto previsto em lei no país. Seu objetivo principal foi apresentar dados atualizados sobre a estrutura dos serviços e a situação do atendimento à violência sexual, além do perfil das mulheres e das características dos abortos realizados. A coleta de dados ocorreu de julho de 2013 a março de 2015. A pesquisa identificou que, dos 68 serviços avaliados, 37 realizam o aborto legal. Desses 37 serviços, todos faziam interrupção da gravidez por estupro, 27 faziam aborto por risco de morte da mulher e 30 faziam aborto por anencefalia. Dos 32 serviços inativos, 28 disseram que deixaram de fazer o aborto legal e 4 informaram que nunca fizeram. Os resultados do estudo estão consolidados no artigo de autoria de Alberto Madeiro e Debora Diniz, Serviços de aborto legal no Brasil – um estudo nacional, publicado no periódico Ciência e Saúde Coletiva, disponível abaixo:

1413-8123-csc-21-02-0563

http://www.scielo.br/pdf/csc/v21n2/1413-8123-csc-21-02-0563.pdf